Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Sex, 23/06/2017 às 21:17

Filme revela os arquivos do 1º estúdio de cinema do Brasil

Rafael Carvalho* | Especial para A TARDE

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Divulgação

    A CineOP abriu programação com exibição de Desarquivando Alice Gonzaga, da diretora Betse de Paula - Foto: Divulgação

    A CineOP abriu programação com exibição de Desarquivando Alice Gonzaga, da diretora Betse de Paula

Desarquivando Alice Gonzaga, de Betse de Paula, parece o filme ideal para abrir a programação da CineOP, já que a protagonista que dá nome ao filme diz ter "mania de arquivo". Ela é filha de Adhemar Gonzaga, diretor e empreendedor que fundou o primeiro estúdio e produtora de cinema do Brasil, a icônica Cinédia, em 1930.

Foi ali que surgiram os primeiros grandes sucessos do cinema brasileiro, como O Ébrio (1946), de Gilda de Abreu, protagonizado pelo cantor Vicente Celestino. Foi a Cinédia também que acolheu diretores fundamentais como Humberto Mauro, que ali faria Ganga Bruta (1933); e ainda houve a passagem de Mário Peixoto e seu mítico Limite (1931) - escolhido como o melhor filme brasileiro de todos os tempos segundo votação recente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine).

Alice, desde criança, sempre foi encantada pelo mundo do cinema e se envolveu com o trabalho do pai na Cinédia. Ali se dedicou, em grande medida, a cuidar dos arquivos e de toda a memória do estúdio.

Desarquivando Alice Gonzaga acompanha a personagem enquanto ela apresenta o cuidadoso e rico arquivo com filmes, recortes de jornais e revistas, documentos, catalogações, enfim, todo tipo de material que faz parte da memória do estúdio e, consequentemente, do cinema brasileiro.

Existe certo amadorismo na construção narrativa do filme, na maneira mesmo como a diretora filma esse encontro. É uma sorte que a personagem seja tão espirituosa e falastrona, cheia de histórias e curiosidades para contar, também dona de opiniões seguras. O próprio ritmo do filme parece acompanhar a profusão de informação e ideias que Alice tem a oferecer, ainda que soe desarticulado muitas vezes.

Mas o filme é um curioso retrato sobre a dificuldade da preservação da memória do cinema brasileiro, ainda mais se pensarmos que o trabalho de Alice é movido por uma paixão muito particular e de traços familiares. Está longe das instituições e do papel do próprio Estado em fazer esse trabalho, tão necessário a outros focos de produção na história do cinema nacional.

Plano Nacional de Preservação

Uma das principais ações desta edição da CineOP é a entrega do Plano Nacional de Preservação, documento gerido a partir dos últimos encontros em Ouro Preto entre conservadores, historiadores, acadêmicos, enfim, toda uma comunidade audiovisual que se preocupa com a preservação cinematográfica.

Segundo Hernani Heffner, conservador-chefe da Cinemateca do MAM do Rio de Janeiro, um dos objetivos do Plano é "nortear a atuação do setor junto às diferentes esferas e espaços de consolidação de um patrimônio audiovisual brasileiro", afirma.

O documento foi aprovado em assembleia geral durante o encontro do CineOP do ano passado. Agora, ele segue como proposta a ser implementada pelas instituições de conservação e restauro e também pelas ações exigidas dos poderes públicos em prol do cuidado com o acervo audiovisual brasileiro.

Heffner complementa dizendo que o desafio agora é "desenvolver uma cultura da preservação, uma consciência cotidiana de tal ordem que o gesto de preservar cada momento crítico da vida de um objeto cultural", pondera.


* O jornalista viajou para a CineOP a convite do evento


outras notícias

18/07/2017 às 08:16

Selton Mello estará em Salvador para pré-estreia de filme - Foto: Divulgação

Selton Mello estará em Salvador para pré-estreia de filme

13/07/2017 às 19:25

Liga da Justiça: Flash, Mulher-Maravilha e Batman juntos - Foto: Divulgação

Liga da Justiça: Flash, Mulher-Maravilha e Batman juntos

11/07/2017 às 13:30

CachoeiraDoc divulga lista de selecionados - Foto: Divulgação

CachoeiraDoc divulga lista de selecionados

29/06/2017 às 11:18

CineOP encerra com o memoralístico No Intenso Agora - Foto: Divulgação

CineOP encerra com o memoralístico No Intenso Agora

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias