Extremo Oeste Baiano

Claudia Lessa Seg , 26/11/2018 às 10:07 | Atualizado em: 26/11/2018 às 10:09

Estrada no Oeste baiano será federalizada



A federalização de 205 quilômetros de estrada do Oeste baiano, que passarão a integrar a BR-030, do trecho entre as cidades de Cocos, na Bahia, e Mambaí, em Goiás, foi definida em reunião entre o ministro dos Transporte, Valter Casimiro, e representantes dos produtores rurais da região.

O prefeito de Cocos, Marcelo Emerenciano, destaca que esta é uma luta antiga de quem mora na região, o que foi proporcionada pela união de esforços entre o poder público e pelos agricultores que mais uma vez estão se articulando para trazer benefícios para o oeste da Bahia. “Com a federalização, a manutenção da estrada passa a ser de responsabilidade do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), que tem grande estrutura para isso, desafogando a prefeitura, que tem poucos recursos para cuidar de tantas responsabilidades”.

Um trecho da estrada do Oeste foi recentemente recuperado pelos agricultores, por meio do programa Patrulha Mecanizada, da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (ABAPA), em parceria com a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA) e Prefeitura Municipal de Cocos. Para o presidente da ABAPA, Júlio Busato, a federalização, irá beneficiar toda a população de uma região “que terá acesso facilitado para Brasília (DF), bem como para Luís Eduardo Magalhães (BA) e Barreiras (BA), via entroncamento com a BR-020, e terá facilitado o escoamento da safra agrícola”.