Extremo Oeste Baiano

Claudia Lessa Qua , 29/05/2019 às 10:59 | Atualizado em: 29/05/2019 às 11:05

Governo do Estado disponibiliza serviços, ações e fomento ao Agronegócio na Bahia Farm



A 15ª Bahia Farm Show, aberta na terça-feira (28), no município de Luís Eduardo Magalhães, conta com a participação de secretarias e órgãos do Governo do Estado, que também é um dos patrocinadores do evento. A feira, que segue até dia 1º de junho, está entre as três maiores do país em volume de negócios e é a maior do agronegócio do Norte e Nordeste.

Estão presentes no evento as secretariais estaduais da Agricultura (SEAGRI), do Desenvolvimento Econômico (SDE), do Meio Ambiente (SEMA) e de Infraestrutura Hídrica (SIHS), bem como a Agência de Fomento do Estado (Desenbahia), a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (HEMOBA) e o Corpo de Bombeiros de Militar da Bahia (CBMBA).

A Secretaria de Comunicação Social da Bahia (SECOM) informa que a SEAGRI, que atua como parceira da Bahia Farm desde 2005, além de apoiar financeiramente, dispõe de um estande institucional, prestando atendimento ao público e ouvindo as demandas do setor produtivo. “O trabalho da secretaria é agir como articulador entre os produtores e os órgãos do governo estadual”.

Já a Desenbahia lançará, no evento, linha de crédito específica para a realização de novos investimentos no setor do Agronegócio. Com recursos próprios e taxas competitivas, a agência de fomento busca financiar a aquisição de máquinas e equipamentos ligados à atividade agropecuária. Nesta edição, a Desenbahia está presente com estande próprio e corpo técnico qualificado para atendimento aos empresários do agronegócio e dos demais setores durante todos os dias do evento. Também disponibiliza o fomento a projetos que contemplem sistemas de irrigação, transformação agroindustrial, correção de solo, armazenagem e demais iniciativas que visem a melhoria da produtividade e a utilização de inovação no agronegócio baiano.

A SDE também tem espaço exclusivo destinado à atração de investimentos, além de oferecer consultoria gratuita para quem deseja instalar um novo negócio no Estado, com orientação sobre incentivos fiscais e de infraestrutura. A ideia, de acordo com a SECOM, é divulgar as potencialidades do agronegócio, energias renováveis, setor sucroalcooleiro, dentre outras oportunidades de negócios disponíveis na Bahia. A presença da SDE na feira é resultado de parceria firmada com a Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA), que promove o evento. Uma equipe multidisciplinar da secretaria estará dedicada ao atendimento de empresários.

Já a SEMA e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) estão disponibilizando um estande com técnicos para a realização de atendimento ao público sobre a realização do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR). Os proprietários rurais vão contar com um atendimento diferenciado, tirando dúvidas relativas ao cadastramento de suas propriedades. O CEFIR proporciona agilidade na fiscalização e monitoramento das atividades florestais, além de permitir que o proprietário rural realize a regularização do seu imóvel pela internet. No estande da SEMA também são distribuídos material informativo sobre o Bahia Sem Fogo, com orientações para prevenção às queimadas. O programa tem como objetivo coordenar as ações de prevenção, combate e monitoramento a incêndios em áreas de Unidades de Conservação (UCs) no Estado, oferecendo infraestrutura e logística para as ações, quando necessário.

A SIHS, por sua vez, montará um gabinete itinerante na Bahia Farm com o objetivo de atender às demandas relacionadas à infraestrutura hídrica e saneamento, principalmente na região Oeste. O público poderá conferir, também, uma exposição de viaturas e equipamentos, no estande do Corpo de Bombeiros Militar.

A HEMOBA também marca presença para cadastrar doadores de medula óssea em um estande. Os interessados podem comparecer ao espaço da Cooperfarms/Sicredi, entre terça (28) e sábado (1º de junho), das 8h às 17h, portando um documento oficial com foto. Para realizar o cadastro, os voluntários precisam ter de 18 a 55 anos e estar em boas condições de saúde.