Metropolitana

Da Redação Ter , 19/11/2019 às 10:20 | Atualizado em: 19/11/2019 às 10:23

Vacina contra sarampo para jovens está disponível em 19 postos em Lauro



Jovens entre 20 e 29 anos são o alvo da segunda fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo em Lauro de Freitas, que prossegue até o dia 30 de novembro, quando ocorrerá o "Dia D" de vacinação para o público-alvo. A meta é que pessoas dessa faixa etária tomem duas doses da vacina tríplice viral (caxumba, rubéola e sarampo), com intervalo mínimo de 30 dias, para garantir a imunização contra a doença. A vacina contra o sarampo está disponível, gratuitamente, na rede pública de saúde.

O coordenador da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Lauro de Freitas, Daniel Assis, orienta que, caso o jovem tenha recebido apenas a primeira dose da vacina ao longo da sua vida, ele deverá tomar agora a segunda. “É importante procurar uma Unidade de Saúde da Família com a caderneta de vacinação para que o profissional de saúde verifique a situação. Se não houver comprovação vacinal, a pessoa receberá a primeira dose durante a campanha e a segunda será agendada”, disse.

As 16 Unidades de Saúde da Família (USF) distribuídas no município e três postos avançados estão abertos para atender a população de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Os postos avançados funcionam no Max, Unime e Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), localizado no shopping Passeo Norte. É imprescindível levar a caderneta de vacinação para a anotação das equipes de vacinadores. Confira endereço das USFs no site https://www.laurodefreitas.ba.gov.br/2019/noticia/postos-de-saude/236

Daniel Asssis destaca que, apesar do surto que acontece na Bahia desde o início do ano, Lauro de Freitas não registrou nenhum caso confirmado da doença. “A aplicação da vacina é a única forma de prevenir a ocorrência de sarampo na população, sendo a principal medida de controle da doença”, ressalta.

Medidas de Prevenção:

• Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

• Lavar as mãos com frequência com água e sabão ou utilizar álcool em gel;

• Não compartilhar copos, talheres e alimentos;

• Procurar não levar as mãos à boca ou aos olhos;

• Sempre que possível, evitar aglomerações ou locais pouco arejados;

• Manter os ambientes frequentados sempre limpos e ventilados;

• Evitar contato próximo com pessoas doentes;

• Tomar a vacina tríplice viral que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola.