Nordeste Baiano

Da Redação Seg , 15/07/2019 às 16:51 | Atualizado em: 15/07/2019 às 16:56

Bombeiros e Defesa Civil descartaram risco de rompimento de barragem



O Corpo de Bombeiros Militar e a Defesa Civil do Estado descartaram o risco de rompimento da barragem localizada no povoado de Boa Sorte, no município de Pedro Alexandre. Os técnicos do Governo do Estado orientaram 80 famílias a deixarem suas residências, em razão do risco iminente que existia de rompimento do equipamento. Até sábado (13), segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, 400 pessoas estão desabrigadas e 1.500 desalojadas, em decorrência da cheia do Rio do Peixe, que provocou o rompimento da Barragem do Quati, localizada em Pedro Alexandre, e que também atingiu o município Coronel João Sá.

De acordo com a assessoria de Comunicação do Governo do Estado, as ações nos municípios continuam sendo realizadas, com o objetivo de oferecer assistência aos moradores. As barragens e aquíferos da região estão sendo monitorados, com o apoio da atuação de 79 bombeiros militares. Além disso, a Defesa Civil está fazendo visitas técnicas em diversas ruas e verificando as casas atingidas, para avaliação de interdição ou condenação das estruturas físicas.

Desde a última sexta-feira (12), as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) estão recebendo doações de donativos na sede da instituição, no Campo Grande, em Salvador. Estão sendo arrecadados alimentos não perecíveis, roupas e produtora de higiene pessoal, que começaram a ser entregues na segunda (15) à população dos municípios de Pedro Alexandre e Coronel João Sá.