Nordeste Baiano

Da Redação Sex , 16/08/2019 às 11:26 | Atualizado em: 16/08/2019 às 13:36

Exposição fotográfica visa resgatar história da igreja de Monte Santo



Com o objetivo de arrecadar recursos para a reconstrução da centenária Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, em Monte Santo, a Assembleia Legislativa da Bahia vai abrigar a exposição fotográfica “Chamas da solidariedade”, entre os dias 19 e 21 de agosto. A mostra – idealizada em prol do templo atingido por um incêndio no dia 20 de abril deste ano – tem o intuito, também, de despertar nos visitantes o espírito solidário e o interesse pela preservação do patrimônio religioso do Estado, incluindo especialmente os que fazem parte das rotas turísticas.

A exposição é composta por 15 fotografias que resgatam a história de fundação da igreja e retratam fatos que projetaram a imagem do município para o Brasil, a exemplo do meteorito de Bendengó - o maior já encontrado no Brasil e um dos maiores do mundo -, localizado na cidade em 1784. As imagens também retratam a passagem de Antônio Conselheiro; o período em que o município serviu de base operacional para as tropas que combateram na Guerra de Canudos; a gravação do filme Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha; e da minissérie O Pagador de Promessas, de Dias Gomes.

Durante a visitação, o público poderá assistir a um vídeo com o depoimento de personalidades que apoiam a reconstrução da igreja, entre eles o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger; os atores Othon Bastos e Antônio Pitanga; o jornalista da TV Bahia, José Raimundo; e o escritor e palestrante motivacional Cláudio Vieira.

Além das fotografias, a exposição abre um espaço para a venda de livros de escritores locais, produtos artesanais, camisas, doces, biscoitos, geleias a base de frutas nativas do sertão, bem como cervejas artesanais de licuri e de umbu, produzidas e comercializadas por cooperativas de pequenos agricultores familiares da região.

A professora e escritora Sarah Correia, natural de Monte Santo, é um dos nomes que apoiam a campanha. Ela doou exemplares da sua primeira obra literária, “A menina que cavava com a caneta”, que foi baseada nas experiências da educadora com os estudantes da rede pública de ensino e estará à disposição dos visitantes. “É gratificante participar de um evento como esse que tem o intuito de estimular a fé, a esperança, o amor e a solidariedade”, declarou, reforçando que todo valor arrecadado será destinado para as obras de reconstrução da igreja.

Sobre a igreja matriz

Construída em 1927, a Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus possui dois pavimentos e estrutura de alvenaria de adobe, que são tijolos de terra. Com o incêndio, que destruiu a cobertura, a parte interna e peças sacras, o templo ficou comprometido e, de acordo com os técnicos da Secretaria de Infraestrutura Municipal, “a ausência de divisórias entre as paredes comprometidas pode provocar o desabamento caso ocorra esforços sobre a estrutura que restou”.

Apesar de não fazer parte dos bens móveis inventariados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o templo está localizado no entorno do Santuário da Santa Cruz, tombado como Conjunto Arquitetônico, Urbanístico, Natural e Paisagístico de Monte Santo, desde 1983. Era na Igreja Matriz que romeiros dos quatro cantos do país se reuniam para assistir à missa de abertura da tradicional Festa de Todos os Santos, principal evento religioso da cidade, que acontece no dia 31 de outubro. Estima-se que 100 mil pessoas passam pela cidade no dia da celebração.

Quem quiser contribuir para a reconstrução da Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, os dados bancários para doações é a seguinte: Diocese de Bonfim – Paróquia de Monte Santo, Banco Bradesco - agência: 3621 conta corrente 7245-1. CNPJ: 13.833.801/0013-13